As famílias são os grandes pilares da produção rural no Brasil e a sucessão familiar é uma prática muito comum no setor. Para evitar perdas patrimoniais e desgastes emocionais no momento de transferir a gestão para as próximas gerações, é necessário estruturar um plano de sucessão, seja na agricultura ou na pecuária.

Nas atividades rurais, os negócios sempre foram centrados na família e passados de geração em geração, isso significa que, quando os pais se ausentam das atividades, transferem as responsabilidades para os filhos. Nos últimos anos, questões como a maior longevidade dos pais, o maior nível de escolaridade dos filhos, as novas oportunidades de trabalho para os jovens, as novas tecnologias digitais e a necessidade de preservação da escala do negócio fizeram com que o processo de sucessão precisasse se adaptar a uma nova realidade, adotando, assim, novas práticas.

Mas, se por um lado há os pais que têm a intenção de manter os negócios, por outro há os filhos com a falta de interesse de seguir as tradições. Nesse ponto, na hora de pensar no futuro, surge a questão: quem vai dar continuidade nos negócios da fazenda?

Tecnologia na gestão do agronegócio

A tecnologia surge como uma solução para preparar os sucessores a assumir a gestão da produção do campo, tornando os processos e operações muitos mais fáceis, transparentes e seguros.

Diante de algumas dificuldades encontradas no dia a dia da produção, sabemos que escolher entre duas ou mais alternativas em determinadas situações nunca é fácil, por isso, ter a ferramenta certa para ajudar na tomada de decisões é fundamental para uma gestão eficiente.

Para gerar bons frutos, a tecnologia vem atuando como uma verdadeira aliada na rotina do produtor rural, que pode usufruir cada vez mais das facilidades que ela proporciona em um setor que representa extrema importância no país. Saiba mais sobre como agregar valor nos Empreendimentos Rurais neste artigo.

A história nos ensina a entender o presente e a planejar melhor o futuro. Assim, boas práticas de registros e históricos da propriedade vão auxiliar na sucessão, além de gerar bons resultados no sistema de produção. É possível visualizar e entender todas as características, desde dados referentes à rentabilidade, custos, áreas cultivadas, patrimônios, maquinários, históricos das safras e de lotes, documentos legais, mapeamento de processos, fornecedores, técnicas e métodos aplicados.

Um exemplo de solução tecnológica para os futuros gestores do campo é o sistema eProdutor, proporcionando a eles a fazer todos os registros de forma rápida e automatizada, obtendo todas as informações em apenas alguns cliques. Assim fica mais fácil entender o negócio e realizar a gestão sem maiores problemas.

O eProdutor é uma plataforma de gestão rural completa, auxiliando do início ao fim da cadeia produtiva. A ferramenta dá total respaldo na gestão financeira, gestão de estoque, possui integração com outras tecnologias como sensores de monitoramento em tempo real e estações meteorológicas, proporcionando tomadas de decisões mais assertivas e no momento ideal. Veja mais sobre a importância de realizar a Gestão de propriedades rurais aqui.

Como resultado, haverá proteção do patrimônio e da escala do negócio, maior transparência e segurança das informações, fortalecimento das relações familiares e prosperidade do negócio. Consulte o eProdutor e saiba como uma ferramenta de gestão completa pode ajudar a manter a tradição da sucessão familiar e otimizar os resultados produtivos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *